Realidade Virtual: Quando o mundo digital é mais confiável do que o físico

Os recursos digitais se tornam cada vez mais necessários à indústria com a possibilidade de redução de custos e aumentos da eficiência

Ao se falar em realidade virtual, a imagem que vêm à cabeça de muita gente ainda está ligada ao lazer (principalmente aos jogos eletrônicos). Mas, na indústria – especialmente a automotiva –, essa é uma ferramenta importante e muito valiosa. Basta lembrar, por exemplo, quantos protótipos tinham de ser construídos em um passado não muito distante para validar um novo projeto. Felizmente, o  desenvolvimento de novas tecnologias vem mudando essa realidade, e hoje é cada vez maior o número de montadoras que se preocupam em reduzir o uso de protótipos físicos, adotando os modelos virtuais.

Nesse sentido, a ESI Group, uma das empresas líderes no desenvolvimento de recursos de simulação avançados, trabalha na identificação de possíveis lacunas que podem representar problemas, assim como em potenciais aperfeiçoamentos possíveis de serem implantados ainda nas fases iniciais do projeto, poupando tempo e recursos.

In case you don't see the form or can't register please follow this link.

Uma solução virtual para acelerar novos desenvolvimentos

Hoje, a organização tem na solução IC.IDO a ferramenta mais avançada de realidade virtual disponível, pois ela permite não só visualizar, mas interagir com o produto muito antes de ele entrar na linha produção, detectando qualquer problema que possa surgir no processo.

Outra grande vantagem da ferramenta é que ela permite a participação virtual de diversas pessoas, independentemente de onde estejam, evitando as dificuldades causadas por viagens e outros deslocamentos (atrasos provocados por congestionamentos, acidentes no trânsito, cancelamento de voos etc.). Sem esquecer, claro, das restrições atuais causadas pela pandemia.

“As empresas que adotaram o IC.IDO nos últimos anos no Brasil já estão em seu segundo ou terceiro lançamento de novos veículos e, como em muitos casos, suas sedes no exterior cortaram orçamentos, as subsidiárias brasileiras, como resultado, optaram por validar linhas de montagem usando prototipagem virtual” - Eric Kam, Gerente de Marketing de Indústria na ESI Group

Para o futuro próximo, com mais empresas adotando a Manufatura Inteligente e a implantação da rede 5G, é natural que sejam desenvolvidas novas formas de aplicação das ferramentas digitais. Contudo, é sempre bom reforçar a necessidade de as soluções digitais poderem ser usadas de maneira complementar, permitindo tornar o processo de fabricação realmente inteligente. Isso vai permitir que os engenheiros fiquem livres para trabalhar no desenvolvimento de produtos, na criação de novos métodos de produção e até para dar início a uma nova revolução na mobilidade.